Notícias

Fiocruz ainda inscreve para nível médio.

Comece agora mesmo a sua preparação, pelo nosso curso para a FIOCRUZ
 
 
Há seis anos sem recompor seu quadro de assistentes técnicos, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reverterá essa situação com o concurso 2016 em andamento, cujas inscrições prosseguem até 8 de agosto, com o objetivo de substituir terceirizados irregulares. São oferecidas, inicialmente, 21 vagas para a função, de nível médio, que requer ainda experiência mínima de um ano em qualquer atividade da área administrativa. Desse quantitativo, 14 novos servidores serão alocados no Rio de Janeiro (onde fica a sede, no bairro de Manguinhos, Zona Norte), dois em Manaus, um Salvador, outro em Belo Horizonte, outro em Curitiba, outro em Recife e outro em Brasília.
Admitidos pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade no emprego, os futuros servidores começarão ganhando R$3.418,81 de remuneração, para trabalharem por 40 horas na semana. Nesse valor já constam os R$458 de auxílio-alimentação. Ainda haverá outros benefícios, como auxílio-transporte, natalidade, assistência pré-escolar para filho com menos de 6 anos e ressarcimento de plano de saúde. Quem está recebendo as inscrições é a Fiotec, entidade da Fiocruz que presta apoio logístico à fundação, que organiza seu próprio concurso. Depois de se cadastrar, é necessário efetuar o pagamento de R$70 referente à taxa de inscrição. Para ingressar nessa carreira é preciso se classificar dentro do número de vagas, por meio da aprovação na única etapa da seleção, uma prova objetiva.
Os candidatos terão de comparecer, em 25 de setembro, aos locais indicados nos cartões de confirmação de inscrição, (que ainda serão divulgados), nas cidades do Rio, Manaus, Salvador, Belo Horizonte, Curitiba, Recife e Brasília, para realizarem os exames de múltipla escolha, que compreenderão 20 perguntas de Língua Portuguesa, dez de Raciocínio Lógico e 30 de Conhecimentos Específicos. Eles terão das 9h às 13h para responderem as questões do certame, que tem validade inicial de um ano, podendo dobrar.
 
Saiba como comprovar experiência
Ao contrário do que muitos pensam, a comprovação da experiência para o concurso de assistente técnico da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) não é na área da Saúde, e sim em alguma atividade do perfil administrativo, conforme determina a Lei 11.355/2006. Esse requisito precisará ser comprovado somente no ato da posse dos aprovados. O diretor de Recursos Humanos (RH), Juliano Lima, citou, em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, alguns dos exemplos de atuação que poderão comprovar essa experiência.
"Quem atuou em qualquer campo em que tenha desempenhado algum tipo de atividade administrativa, terá plenas condições de comprovar a experiência. Pode ter sido uma atuação em banco, como secretário, no comércio, na indústria, na área administrativa de um supermercado, e etc.". O dirigente também ressaltou que a fundação aceitará a comprovação por meio da carteira de trabalho, de declaração de prestador de serviço ou do próprio empregador ou de uma cópia do contrato, no caso de autônomos.
 
Para estudar conosco clique AQUI e conheça nosso curso.
Fonte: Folha Dirigida.
 
Estude com o Matemática Pra Passar e conquiste a sua tão sonhada vaga!!!
 
http://www.matematicaprapassar.com.br/concurso-fiocruz/modulo-de-raciocinio-logico-matematico-fiocruz

Publicado em 26/07/2016 às 16:59:33
Compartilhe com os amigos: